sexta-feira, março 13, 2015

0

Ilha dos Museus, Berlim, Alemanha




A extensa e emblemática Ilha dos Museus (Museumsinsel), localizada nos afluentes do rio Spree, testemunhou o nascimento da cidade de Berlim. Ali surgiram, em princípios do século XIII, as primeiras construções de uma povoação chamada Cölln, com características puramente góticas. Já de Berlim só se ouviria falar alguns anos mais tarde, em 1244.

Todo e qualquer indício da existência de Cölln desapareceu quando a ilha se viu completamente transformada com a construção do palácio dos eleitores de Brandenburg (1470). Este palácio foi primeiramente convertido num palácio real e, mais tarde, num palácio imperial, que, na língua alemã, se designava Stadtschloss. Escavações recentemente realizadas na Schlossplatz deixaram a descoberto as adegas do já destruído Stadtschloss.

A ilha foi arrasada em 1950, mas, felizmente, restam muitos importantes edifícios na sua zona norte, incluindo a imponente Catedral de Berlim (Berliner Dom) e o conjunto de museus que dão à ilha o seu nome actual. Entre outros, são eles o Museu Pergamon (que, baseado no Altar de Pérgamo, é conhecido pela sua colecção de objectos da antiguidade clássica e é anualmente visitado por quase um milhão de pessoas de todo o mundo), o Altes Museum, o Neues Museum, a Alte Nationalgalerie e o Museu Bode.

 

Na Ilha dos Museus também encontramos o belo Lustgarden. A taça de 70 toneladas, lá instalada desde 1828, chegou a ser a maior do mundo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...