sábado, fevereiro 14, 2015

0

O Palio de Siena, Itália: acção, rivalidade e entretenimento levados ao limite


Sejam bem-vindos ao maior e mais emocionante festival da Toscânia. O Palio de Siena, realizado de dois em dois anos sempre nas mesmas datas (2 de julho e 16 de agosto) e no mesmo sítio (na célebre Piazza del Campo), vale, na verdade, mais pelo pré e pós-evento do que pelas corridas de cavalos em si, que duram uns meros 90 segundos cada. Venha daí descobrir porquê!

Embora se conjecture que tenham derivado do treino militar romano, as corridas como hoje as conhecemos só tiveram origem em 1283. E não existia lugar mais adequado à sua realização do que a Piazza del Campo, desde sempre o grande centro da cidade de Siena, palco de execuções, combates… e de outros eventos um pouco mais alegres.

Antes do grande dia, a cidade prima pelo seu ambiente de festa e os locais são responsáveis não só por desfiles de trajes típicos, como também por redes de apostas por vezes muito ambiciosas. Existe também uma grande expectativa em torno do sorteio que decidirá os cavalos com que os representantes de cada bairro (contrade), ao todo 17, irão disputar o prémio.

No dia do Palio, os cavalos são abençoados, juntamente com os cavaleiros, na igreja da respectiva contrada. São, depois, levados para a Piazza del Campo, onde, montados sem sela, dão vida a um evento que reúne alguns milhares de pessoas – locais, de outras cidades e até estrangeiras. Para os cavaleiros, contudo, o protagonismo do seu cavalo pouco importa: o que realmente interessa é derrotar o corredor da contrada rival e poderem vangloriar-se e humilhar o outro no decorrer das semanas seguintes. O prémio entregue ao vencedor é um palio (faixa) de seda.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...