segunda-feira, outubro 20, 2014

0

Paper Dome, Puli, Taiwan: “milagre” é sobreviver a um terramoto e fazer uma igreja de papel

A Paper Dome, uma igreja feita integralmente de papel e de cartão, foi originalmente construída em Kobe, em homenagem às vítimas e aos sobreviventes do sismo de magnitude 6.8 que assolou essa cidade japonesa em 1995. Obra do arquitecto Shigeru Ban, que trabalhou nela pro bono, a Paper Dome ficou concluída em apenas nove meses. Mas, uma década depois, em 2005, chegou-se à conclusão de que ela já não era suficientemente grande para servir o seu propósito. Taiwan, que recebeu as peças, não as desperdiçou.

Puli, hoje um destino de ecoturismo, foi o epicentro do Terramoto 921, que teve lugar em 1999. Ao receber as peças da antiga Igreja Católica de Takatori, entre elas 58 enormes colunas de papel reciclado, com cinco metros de altura e 32,5 centímetros de diâmetro, a associação de caridade taiwanesa New Homeland Foundation decidiu levá-las para lá e reconstruir a estrutura. O novo edifício, aberto em 2008, tem exactamente a mesma finalidade que aquele que existia em Kobe: oferecer um ponto de encontro aos sobreviventes do sismo que se abateu sobre a cidade.

Quer os pilares, quer a cúpula, quer os bancos do interior da Paper Dome foram produzidos em papel ou cartão – um milagre quase tão grande como sobreviver a um terramoto, certo? Somente a camada externa, que se destina a proteger o edifício da chuva e da humanidade, é feita de um plástico translúcido. Este é, por conseguinte, um dos melhores e mais impressionantes exemplos de arquitectura sustentável e é especialmente encantador à noite, quando se ilumina.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...