sábado, setembro 20, 2014

0

Ilha Magdalena, Estreito de Magalhães, Chile: pinguins a perder de vista (e a aumentar)


Se o pinguim é o seu animal favorito e sempre teve a curiosidade de os ver “em acção”, com os seus smokings, o seu andar desajeitado e os seus velozes mergulhos na água, então a Patagónia é o seu destino de férias. Lá, na parte chilena, existe uma ilha em que se refugia a maior colónia de pinguins a nível nacional. É a Ilha Magdalena, que, juntamente com a Ilha Marta, igualmente no famoso Estreito de Magalhães, forma o chamado Monumento Natural Los Pingüinos.

Mas atenção: para os ver, terá de viajar até ao local numa altura específica do ano, sensivelmente entre Setembro e Abril. Como se sabe, os pinguins são aves migratórias e só nesse período é que escolhem a Ilha Magdalena para viver… e acasalar. A ilha transforma-se numa imensa colónia de procriação, cuja quantidade de casais não pára de aumentar. Em 1998, estimativas indicavam que se concentrariam ali 59 mil casais de pinguins. Mas, desde esse ano, o número terá crescido muito, sendo que, actualmente, se estima que os casais sejam 65 mil.

A Ilha Magdalena, declarada reserva natural nacional, não é, contudo, um lugar solitário onde os pinguins vivem afastados de tudo e todos. Dada a beleza da sua envolvência e da sua população, existem empresas que organizam excursões especificamente a esta ilha, até um máximo de três vezes por dia.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...