quarta-feira, julho 16, 2014

0

Catedral de S. João “O Divino”, Nova Iorque, EUA: futuramente, a maior do mundo

Ao que parece, as obras inacabadas têm tendência para se tornarem autênticos ícones das cidades em que estão instaladas: vejamos o caso da Sagrada Família, em Barcelona, ou da nova-iorquina Catedral de S. João “O Divino”, que, depois de mais algumas décadas de trabalho e de recolha de fundos, será a maior catedral do mundo. Sim, o seu interior possui 180 metros de comprimento (por 45 metros de largura), ultrapassando até a Catedral de Liverpool, com “apenas” 150.
As obras foram iniciadas em 1892, seguindo um estilo românico imposto por Heins e LaFarge, os autores do desenho original. Mas, em 1911, o arquitecto Ralph Adams Cram tomou conta deste projecto, atribuindo-lhe um carácter mais gótico, patente na nave e na fachada oeste. A última é, precisamente, uma das partes mais interessantes de todo o edifício, visto estar coberta de belos, variados e até contraditórios relevos em pedra: uns retratam figuras medievais; outros, tais como o desordenado conjunto de arranha-céus nova-iorquinos que parecem desabar, da autoria de Joe Kinkannon, demonstram a sensibilidade da obra para com os problemas da actualidade.

Outro contraste muito característico da Catedral de S. João “O Divino” é a aplicação de métodos medievais na sua construção (ainda a decorrer), dos quais são exemplo os arcobotantes em pedra, e a reiterada realização de espectáculos de teatro, música e arte do mais actual que existe.

Sabia que…

… a construção da catedral foi interrompida em 1941, em virtude da Segunda Guerra Mundial, sendo retomada somente em 1978?
… os vitrais dos altares laterais descrevem aspectos do esforço humano, como (no caso do vitral do desporto) a habilidade

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...