sexta-feira, julho 25, 2014

0

Castelo de Malbork, Polónia

Fazer uma viagem à Polónia e não ver o Castelo da Ordem dos Cavaleiros Teutónicos, Património da Humanidade pela UNESCO, é quase como ir a Roma e não ver o papa. Situado em Malbork, na margem do Rio Nogat, é o maior castelo medieval de tijolo em toda a Europa e encontra-se protegido por pontes levadiças, fossos e elevações. É composto por três partes: o castelo alto, médio e baixo.

A edificação do Castelo de Malbork teve início no século XIII, quando em 1270 os Cavaleiros Teutónicos se instalaram na Polónia. Inicialmente, queriam construir um convento, mas em 1309, depois de terem conquistado Gdansk (Dantzig), decidiram transferir a sede principal da Ordem de Veneza para Malbork. Assim, construiu-se o castelo-sede do Grão-Mestre da Ordem Teutónica no Estado da Prússia Oriental. O mestre da Ordem Teutónica decidiu criar uma fortaleza. A óptima localização do castelo fez que este se tornasse uma importante sede de cada vez mais poderosos Cavaleiros Teutónicos.

Em 1410, depois de os Cavaleiros Teutónicos terem perdido a Batalha de Grunwald, o castelo foi cercado pelo exército do rei polaco Ladislau II Jagiello, mas este não o conseguiu conquistar.
Durante a Guerra de Treze Anos, os Cavaleiros Teutónicos tiveram muitos problemas financeiros. Portanto, o Grão-Mestre da Ordem Teutónica decidiu vender o castelo e o rei Casimiro IV da Polónia pôde entrar nele triunfalmente em 1457. De acordo com o II Tratado de Torun (1466), o castelo passou finalmente para a coroa polaca, servindo como uma das residências dos reis polacos até 1772.

Em 1626, durante um período histórico conhecido como «Dilúvio», o exército sueco conseguiu conquistar o castelo, que ficou nas suas mãos durante 10 anos. Em 1772, a seguir à primeira partilha da Polónia, o castelo passou a ser detido pelos prussianos e, depois de 1818, foi renovado.

No fim da II Guerra Mundial, o castelo estava destruído em 50%. Por isso, decidiu-se reconstruí-lo. Depois da guerra, o castelo foi gerido pelo exército polaco e a seguir pelo Ministro da Cultura e do Património Nacional. Em 1961, foi criado o Museu do Castelo de Malbork, que até hoje é responsável pelo monumento.

O Castelo da Ordem dos Cavaleiros Teutónicos está à espera de todos os turistas que tenham vontade de sentir o ambiente medieval…

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...