sábado, agosto 02, 2014

0

Burg Eltz, Vale do Mosela, Alemanha: ser medieval no século XXI



Uma das questões que vai persistir na mente de quem visita o belo Burg Eltz, um castelo situado num promontório sobre o rio Mosela, é a razão do seu incrível estado de preservação. A verdade é que, embora não pareça, esta é uma construção medieval, da qual se ouviu falar pela primeira vez em 1157. Desde então, sofreu pouquíssimas alterações e manteve-se imune às guerras e aos conflitos que se travaram na zona, devido, em certa medida, ao facto de ter pertencido sempre à mesma família. Vamos então ver porquê…

A família Eltz cuida deste castelo desde a sua fundação, há mais de 30 gerações. E, em finais do século XVII, altura em que muitos castelos alemães foram destruídos à passagem dos franceses, foi esta ligação que salvou o Burg Eltz. Por sorte, fazia parte das tropas um membro da família Eltz, que, claro está, não permitiu que se atacasse a possessão dos seus. Em mais de oito séculos de existência, Burg Eltz foi invadido uma única vez, sem ser, contudo, conquistado. É esta pouco conturbada história que torna lícito afirmar que ele se assemelha muito mais a uma luxuosa casa (ou melhor, mansão) de família do que a uma fortaleza defensiva.

O Burg Eltz é um dos mais famosos castelos da Alemanha. Começar a avistar os seus torreões, os seus pináculos por entre a farta vegetação do vale Eltz é, por si só, deslumbrador. Mas o interior do castelo também é imperdível, com as suas mais de 80 divisões recheadas de mobília de época, armas e armaduras. Não se preocupe: os Eltz têm sempre as portas abertas aos visitantes.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...