quarta-feira, outubro 01, 2014

0

Igreja Negra, Brasov, Roménia: escura, porque teve uma vida dura

Consta que é a maior igreja entre Viena e Istambul. Sobranceira à praça principal, Piața Sfatului, e ao centro histórico de Brasov, a Igreja Negra é um verdadeiro ícone da cidade e é, pelo menos, a maior igreja gótica da Roménia. Foi construída entre os anos de 1385 e 1477 e o seu percurso não foi nada fácil: só o facto de o actual nome ser derivado de um incêndio brutal, que afectou uma grande parte de Brasov e escureceu as paredes do monumento, já o torna evidente.

A Igreja Negra foi erguida no lugar de uma igreja mais antiga, que os mongóis tinham devastado à sua passagem, em 1242. Já durante a construção, a igreja sofreu grandes estragos, decorrentes das invasões turcas de 1421. Mas a gota de água foi o referido incêndio de 1689, que levou a um restauro de quase 100 anos. Ainda que o exterior tenha conseguido manter as estátuas góticas de origem, o interior está irreconhecível, tendo sido convertido ao barroco.

Entre as atracções da Igreja Negra destaca-se a espantosa colecção de 119 carpetes da Anatólia, a maior do género na Europa, doada por comerciantes alemães dos séculos XVII e XVIII.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...