quarta-feira, janeiro 08, 2014

0

Mosteiro de Jasna Gora (Monte Claro), Czestochowa, Polónia

Para quem é um verdadeiro peregrino, vale a pena ir visitar a cidade de Czestochowa, importante centro de peregrinação Mariano. A cidade é também conhecida pelo magnífico mosteiro de Jasna Góra (Monte Claro), onde se encontra ainda hoje o milagroso quadro de Nossa Senhora de Czestochowa (a Virgem Negra). O mosteiro de Jasna Góra é considerado o maior centro católico na Polónia e todos os anos acolhe milhares de peregrinos.

As origens do mosteiro datam do século XIV, quando em 1382 os Frades Paulinos se instalaram na Polónia. Dois anos mais tarde, veio para o Monte Claro a cópia fiel do quadro da Nossa Senhora (a Virgem Negra), que, segundo a lenda, foi pintado por São Lucas.


Desde o início da presença do quadro na Polónia, os polacos recorreram à Nossa Senhora para lhe pedir saúde, consolação ou graças espirituais. A esse quadro atribuem-se inúmeras graças: doentes que ficaram curados e pessoas desesperadas que encontraram paz e consolação.

Os reis polacos também costumavam recorrer à Nossa Senhora nos momentos difíceis. Ajoelhando-se, pediam socorro da Mãe de Deus sobretudo quando a Polónia era atacada por invasores muito mais numerosos. O socorro vinha rapidamente. A Polónia conseguia defender-se heroicamente, o que podia ser considerado milagre. O rei Ladislau IV Jagiello, grato pelo socorro dado pela Virgem Negra, fazia ao Santuário ricas doações em ouro, prata, pedras preciosas ou dinheiro. Assim, o quadro milagroso, ornado de tantas jóias, tornou-se um objecto de cobiça para os bandidos da época.

Em 1430, o Santuário foi assaltado e conseguiram roubar jóias, mas, sabendo que não iam conseguir roubar o quadro, partiram-no em três pedaços. Foi naquele dia que os bandidos deixaram na cara da Virgem Negra três cicatrizes. Depois deste acontecimento, o rei Ladislau IV Jagiello mandou 
restaurar o quadro.

Em 1655, os suecos invadiram a Polónia atacando também o Convento e Santuário da Nossa Senhora. Os Frades Paulinos, confiando na protecção da Nossa Senhora, defenderam-se heroicamente durante 40 dias. Graças à ajuda da Virgem Negra, os suecos não conseguiram conquistar nem o Convento nem o Santuário. A defesa heróica e milagrosa do Monte Claro teve uma dimensão simbólica. O rei polaco João II Casimiro Vasa, grato pela defesa do Monte Claro, deixou todo o país sob a protecção da Nossa Senhora de Czestochowa e declarou-a Rainha da Polónia. No ano seguinte, o papa também declarou oficialmente a Virgem Negra Rainha da Polónia.

No que diz respeito aos tempos modernos, o papa João Paulo II, sendo muito ligado à Maria, Mãe de Deus, visitou Czestochowa seis vezes: em 1979, 1983, 1987, 1991 (durante a VI Jornada Mundial da 
Juventude), 1997 e 1999.

Os peregrinos do mundo inteiro costumam fazer peregrinações a pé para estarem no dia 26 de agosto em Czestochowa, no sentido de celebrarem o dia dedicado à Nossa Senhora de Czestochowa.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...