terça-feira, maio 20, 2014

0

Deutsches Eck, Koblenz, Alemanha: a “cauda de cão” que precisou de um nome mais credível




Integrada no amplo Vale do Alto Médio Reno, Património da Humanidade da UNESCO desde 2002, a confluência dos rios Reno e Mosela deteve um papel preponderante no desenvolvimento histórico da cidade de Koblenz. Em primeiro lugar, esteve na origem da sua actual designação: “Koblenz” deriva da expressão latina “castellum apud confluentes”, que quer dizer “castelo junto à confluência”. E, do mesmo modo, foi ali que os Cavaleiros da Ordem Teutónica se decidiram estabelecer no ano de 1216.


Desde o século XIX que esta confluência é assinalada por um pedaço de terra pontiagudo, que, embora seja actualmente conhecido como Deutsches Eck (esquina alemã), tinha dantes a curiosa designação de Honsschwanz (cauda de cão). Nele ergue-se uma gigantesca estátua do imperador Wilhelm I a cavalo, ex-líbris da região que atrai anualmente mais de dois milhões de visitantes. Nos 37 metros de altura do monumento, só a estátua equivale a 14. Está rodeada pelo conjunto de bandeiras que delimitam o Deutsches Eck, dos vários estados alemães, da União Europeia e até uma dos Estados Unidos, em honra das vítimas do 11 de Setembro.

Homenagem a um imperador adorado

Dada a importância que o imperador Wilhelm I assumiu na história da Alemanha, conduzindo-a à reunificação no seguimento de três guerras, era da vontade geral construir-lhe um memorial quando faleceu, em 1888. A localização deste no Deutsches Eck foi uma decisão tomada pelo seu neto. O arquitecto Bruno Schmidt e o escultor Emil Hundrieser trabalharam então na estátua ao longo de quatro anos até que, em 1897, ela foi finalmente revelada ao público.

A violência da Segunda Guerra Mundial não poupou o monumento, que foi destruído em Março de 1945 num ataque da artilharia americana. Durante muito tempo, o que esteve naquele lugar, em sua substituição, foi um singelo mastro com a bandeira alemã. Somente no ano de 1993 é que a estátua foi reconstruída e recolocada, readquirindo o Deutsches Eck a notoriedade do passado. Contudo, quem não se contentar com uma réplica, tem a possibilidade de observar a cabeça da estátua original no Museu do Reno Central, em Koblenz, surpreendendo – só ela – qualquer um com a sua dimensão.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...