sábado, junho 07, 2014

0

Crónicas da Coreia - A literacia de Kim Il-sung


Não chegava estar situado na praça homónima do “presidente eterno”. Logo à entrada do Grande Palácio Popular de Estudos, uma estátua de respeitável dimensão de Kim Il-Sung, com o monte Paekdu como pano de fundo, cumprimenta os visitantes.


Esta não é uma tradicional instituição universitária, a não ser pela sua decoração profundamente coreana. Com 100 mil m2 e mais de 600 salas, é, sim, um centro de estudos e o refúgio predilecto dos habitantes de Pyongyang que, depois da escola ou do trabalho, trocam o merecido descanso pelo desenvolvimento dos seus conhecimentos de inglês e de outras áreas. Do balcão, construído precisamente atrás do palanque de onde os líderes nacionais assistem a marchas militares, têm-se as melhores vistas da Praça Kim Il-sung e, não raras vezes, é possível ficar a observar os ensaios de centenas de pessoas para eventos de massa.
 
Mas a maior curiosidade acerca do Grande Palácio Popular de Estudos é o facto de, dos seus 30 milhões de livros, um total de 10.800 serem atribuídos a Kim Il-sung. Das duas, uma: ou o líder tinha um incrível poder de escrita… ou este foi, para além do próprio palácio, um dos presentes que recebeu pelo seu 70º aniversário.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...