segunda-feira, junho 02, 2014

0

Crónicas da Coreia - A dinastia Koryo


Afirmar que foi graças à dinastia Koryo que a Coreia existiu, alguma vez, como um Estado uno, com uma identidade cultural homogénea nos seus vários territórios, mas claramente distinta da dos restantes países da Ásia, seria suficiente para atestar a sua importância na história coreana. Mas esta não foi só política, foi também cultural: foram os Koryo que criaram a Tripitaka Goryeo ou Koreana, uma colecção completa dos cânones budistas gravados em blocos de madeira, para impressão em papel. Precursores da imprensa? Sem dúvida.

Do ano 50 a.C. a 935, a Coreia encontrava-se dividida em três reinos: o Baekje, Goguryeo e Silla. Somente no ano de 918, quando o General Wang Kon derrubou Goguryeo, é que o novo Estado de Koryo foi fundado e a história tomou um outro curso. Em 935 e em 936 seria a vez de Baejke e Silla se renderem, respectivamente, o que fez com que a península se unificasse sob o domínio dos Koryo. A capital estava estabelecida em Songdo, actual Kaesong, na Coreia do Norte.

A queda da dinastia deu-se em 1392, depois de colocada em risco, durante séculos, pela dinastia Yuan. O General Yi Seonggye encetou uma revolta bem-sucedida contra o rei Gongyang, o 34º dos Koryo, acabando por fundar, em sua substituição, a dinastia Joseon. No entanto, e apesar das suas falhas políticas, nada retira aos Koryo o mérito de o seu nome ter originado a denominação moderna do país: “Coreia”. Nem isso, nem as suas façanhas artísticas e tecnológicas.

Um museu que lhe é dedicado
O modelo educacional e a tradição arquitectónica da dinastia Koryo estão patentes no chamado Museu Koryo, situado na sua antiga capital, Kaesong. Tendo funcionado como uma instituição de ensino confuciana para os membros da dinastia, a principal de todo o Estado, é constituído por mais de 20 edifícios com características demonstrativas da sua natureza e da sua época. Nele encontramos uma colecção de cerca de 1000 objectos históricos que pertenceram aos Koryo, tais como esculturas e peças de porcelana, além de uma grande variedade de construções em pedra na área exterior.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...