domingo, abril 27, 2014

0

O castelo insular de Trakai, Lituânia

A escassos quilómetros da capital Vilnius ergue-se, literalmente sobre o lago Galvè, uma jóia da Lituânia. O Castelo de Trakai, datado dos séculos XIV e XV, tem a particularidade de ser o único da Europa de Leste construído numa ilha e é responsável por uma idílica imagem que lhe vale, não raras vezes, a designação de “Pequeno Marienburg”, numa alusão ao castelo da Ordem dos Cavaleiros Teutónicos em Malbork. Foi ponto estratégico, residência real, conjunto em ruínas e é, hoje, uma das grandes atracções turísticas do país.
O castelo insular de Trakai, Lituânia
Na época medieval, à qual remonta, o Castelo de Trakai foi a sede do Grão-Ducado da Lituânia, assumindo funções estratégicas e de defesa. De estilo gótico, começou a ser construído em finais do século XIV pelo Grão-Duque Kęstutis, mas só foi terminado no início do século XV pelo seu filho e sucessor, Vytautas. Com a batalha de Grunwald, em 1410, o Castelo de Trakai acabaria por perder a sua importância defensiva e, em 1430, testemunhou a morte de Vytautas, que ainda aguardava, pacientemente, ser um dia coroado.
Durante o século XV, o castelo experimentou ainda uma era de glória, servindo de residência aos governantes lituanos e, sendo, como tal, palco das mais luxuosas festas e reuniões. No entanto, em séculos posteriores, foi alvo de pouca ou nenhuma atenção, imergindo num profundo estado de decadência. Com efeito, a função mais relevante que teve nesse período foi a de prisão. Já no século XX e na actualidade, muitos acataram o desafio de devolver o castelo ao seu esplendor de outrora, encetando restauro atrás de restauro.

Uma vez que Trakai é também conhecida como a “cidade dos lagos”, não é de admirar que o seu ex-líbris, o castelo, flutue num. O visitante acede à muralha através de uma ponte em madeira entre esta e a ilha Karaimu, que, por sua vez, está ligada à terra por uma outra ponte. As escadas do pátio interior conduzem ao interior da torre de vigia e dos outros edifícios, construídos quase integralmente em tijolo e convertidos, desde 1962, num interessante museu.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...