sexta-feira, março 21, 2014

0

Igreja da Ressurreição de Cristo, São Petersburgo, Rússia

A Igreja da Ressurreição de Cristo é uma esbelta e peculiar figura entre os numerosos edifícios barrocos e neoclássicos do centro de São Petersburgo. Distingue-se tanto por ter sido construída no tradicional estilo russo do século XVII, com cinco cúpulas bulbosas profusamente decoradas, e consta que só no seu exterior existem quase 7 mil m2 de mosaicos que fazem do monumento um verdadeiro espectáculo de cor.


Entre os habitantes de São Petersburgo, esta igreja é mais conhecida como Igreja do Salvador do Sangue Derramado, uma vez que foi precisamente nesse local que foi assassinado Alexandre II, vítima de uma bomba da organização Narodnaja Volja (Vontade do Povo) no dia 1 de Março de 1881. O czar que lhe sucedeu, Alexandre III, lançou um concurso com o objectivo de desenhar um monumento em sua honra, do qual saíram vencedores Alfred Parland e Ignati Málishev. O resultado só estaria pronto um quarto de século depois, em 1907, mas valeria bem a espera.

Não só a fachada de tijolo, mármore, granito e cerâmica apresenta uma interessante miscelânea de materiais, como também o interior da igreja reúne uma imensa variedade de minerais, como o jaspe, a rodonite, o pórfido e o mármore italiano. No campanário, encontramos 144 mosaicos com a gravação dos brasões de armas de todas as regiões, cidades e províncias do Império Russo, o que, na altura, pretendia ser um indício do profundo luto que a morte de Alexandre II havia causado à totalidade dos russos.

A Igreja da Ressurreição de Cristo foi fechada ao culto no ano de 1930 e assim permaneceu até depois da guerra, servindo de armazém para os artigos decorativos do Pequeno Teatro de ópera e ballet. Em 1998, reabriu ao público exibindo as benesses de 20 anos de restauro.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...