sexta-feira, fevereiro 21, 2014

0

Roça de São João dos Angolares, São Tomé, São Tomé e Príncipe: da televisão para a vida real

João Carlos Silva, S.Tomé e Princípe

João Carlos Silva gosta de se intitular um “cozinhador de sonhos e de sabores”. E, com efeito, a palavra “cozinheiro” seria insuficiente para descrever o seu talento para dinamizar a Roça de São João dos Angolares, a mais emblemática de todo o arquipélago de São Tomé e Príncipe, a nível turístico, artístico, gastronómico e cultural.
A visita à roça é uma viagem não só pelos sabores que caracterizam a cozinha são-tomense, mas igualmente pela história, pela identidade e pelo imaginário dos habitantes desta pequena ex-colónia portuguesa.
Quem decide pernoitar num dos seus seis singelos quartos, instalados no edifício que habitavam outrora os senhores da roça, tem a oportunidade de, ao anoitecer, ouvir o canto do Ossobó como em nenhum outro lugar. Esta ave, também conhecida como Cuco Esmeraldino e muito cara aos são-tomenses por supostamente anunciar a chuva, é apenas um exemplo da riquíssima fauna que rodeia a Roça de São João, rara e bela. Do amplo terraço existente no primeiro piso, é possível ainda avistar um cenário natural único, com a baía, montanhas e uma vegetação luxuriante.
Ossobó, também conhecido como Cuco Esmeraldino
O Programa Roda Pé, promovido pela roça, pretende dar a conhecer precisamente esta fauna e esta flora endémicas, criadoras de paisagens maravilhosas, a pé, em bicicleta ou em canoa. Mas nem só destes passeios se faz a oferta da Roça de São João: os viajantes podem também visitar o antigo hospital, convertido num atelier dedicado às mais diversas expressões artísticas e sede de vários projectos de desenvolvimento, ou participar num dos cursos de história leccionados por Isaura Carvalho, esposa de João Carlos Silva e investigadora na área. Ou, claro, participar num dos encontros gastronómicos do aclamado chef.
Nestes encontros, os visitantes experimentam toda uma panóplia de sabores e de pratos típicos de cada um dos cantos do arquipélago, confeccionados pelo chef com ingredientes directamente colhidos da terra. João Carlos Silva, uma cara conhecida do grande público graças ao programa da RTP África “Na roça com os tachos”, gravado na própria roça de São João, torna o momento ainda mais especial e pitoresco ao ensinar e interagir em grande medida com as pessoas. E o seu maior conselho de todos, frase muito repetida no programa e título de um dos seus dois livros de culinária, é: “Façam o favor de ser felizes”.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...