sexta-feira, novembro 08, 2013

0

Convento de Cristo em Tomar: a pérola descoberta pela UNESCO no Centro de Portugal

Convento de Cristo em Tomar, Portugal
Quando, no século XIV, a Ordem dos Templários foi abolida, Tomar estava destinado a cair no esquecimento. A sua era de glória como principal fortaleza da Reconquista já não era mais do que uma memória e nada indicava que a importância da localidade se fosse manter. Mas o facto é que se manteve, por entre séculos de renovação arquitectónica, de embelezamento artístico e de aquisição de estatuto, até à nomeação como Património da Humanidade em 1983. Afinal, a UNESCO também encontra monumentos de valor por terras lusas…

A construção foi iniciada no ano de 1160 por ordem de Gualdim Pais, grão-mestre da Ordem dos Templários, convocada para auxiliar a Reconquista em Portugal. O convento – originalmente Convento dos Cavaleiros Templários – erguia-se, pois, como um símbolo deste movimento. Mas em 1344, ao cair na posse dos Cavaleiros da Ordem de Cristo, dirigida pelo Infante D. Henrique, desapareceria qualquer conexão sua à Reconquista.

Convento de Cristo em Tomar, Portugal

O ímpeto dos Descobrimentos começava a desenhar no convento uma natureza completamente oposta, de abertura a culturas diferentes e civilizações longínquas, como reflexo do que sucedia, grosso modo, no país inteiro. Um novo espírito que atingiu o seu auge na época manuelina. A mando de D. Manuel I, diversos arquitectos efectuaram modificações e acrescentaram objectos cuja decoração cruzava estilos, influências e acabava, agora sim, por fazer transparecer o carácter grandioso da Ordem de Cristo.

Convento de Cristo em Tomar, Portugal

Desta mescla o melhor e mais famoso exemplo é a Janela do Capítulo, que conjuga, na perfeição e pela primeira vez, as artes europeia e oriental na sua decoração. Mas, não fosse este um dos maiores da Europa, estendendo-se desde o Castelo Templário até ao aqueduto por mais de sete quilómetros, o complexo do Convento de Tomar encerra milhões de interessantes pormenores. Cabe-lhe a si descobri-los.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...