quarta-feira, setembro 18, 2013

0

Postal de Viagem enviado por Maria Amélia Pacheco Nunes de Almeida - Córsega e Sardenha - Passatempo de Verão 2013




1
Partimos de Lisboa e Porto
Para Ilhas visitar
Na Guarda 3 turistas
Pelo grupo a esperar
2
A mini Pinto Lopes
Ao longe se avistou
Com o Chico atrelado
Onde minha mala entrou
3
Caranguejola completa
Tudo aconchegadinho
Ninguém abria a boca
Vinha tudo com soninho
4
Salamanca, depois Burgos
Com paragens de conforto
Caranguejola deitou fumo
Chegaremos a bom porto?
5
Com grande habilidade
Vem o Paiva diligente
Arranjou a carripana
Para esta boa gente
6
Passámos os Pirenéus
Em Carcassone se parou
Na cidade amuralhada
De seguida se almoçou
7
E chegados a Toulon
A grande interrogação
Pelos caminhos cortados
De acesso à embarcação
8
Ultrapassagens à direita
Só faltou a contramão
Mas embarcámos no ferry
Sem nenhuma punição
9
Cabines interiores
Com beliche e escadinha
Dormi mesmo muito mal
Acordei toda rotinha
10
Bastia atravessámos
Para Ile Rousse seguimos
Praça Paoli, mercado
E torre genovesa vimos
11
Continuámos para Calvi
Onde Colombo nasceu
Cidade num promontório
Muito se subiu e desceu
12
Hotel em rua pedonal
Caranguejola não entrou
Por isso o meu rodinhas
Pela rua se arrastou
13
Percorrendo o maqui
Mediterrânea vegetação
Para Corte seguimos
Em boa deambulação
14
Cidade universitária
Que tem um belo museu
Andámos no comboinho
E boa sopa se comeu
15
Terra de Pepe Botelha
De Bonaparte irmão
Nomeado rei de Espanha
Pelo grande Napoleão
16
Da Córsega independente
Calvi foi  a capital
Morto Pasqual Paoli
Acabou-se o ideal
17
No topo das falésias
Surge Bonifácio no fim
Em baixo o belo fiorde
Belíssimo para mim!
18
No comboio subimos
Até às fortificações
E no cemitério marino
Enchemos os pulmões!
19
Dizíamos “Que beleza”!
Ao ver flores e veleiros
O braço de mar turquesa
Para mim sem parceiros
20
O entardecer foi lindo
Penhascos iluminado
Todos de máquinas a postos
Tudo bem fotografado
21
Embarcou-se no ferry
Para a Sardenha visitar
Depois de Stº Teresa
A Alghero secular
22
É a cidade das algas
E onde abundam corais
Foi catalã-aragonesa
E sabe-se lá que mais!
23
No Hotel Dei Pini
Debruçado sobre o mar
Ninguém molhou o pezito
E muito menos nadar
24
E partimos para Cagliari
Da Sardenha capital
Fotografamos em Bosa
Castelo medieval
25
Chegados á capital
Em 11 colunas assente
Chegou uma guia brasuca
Para animar a gente
26
S. Francisco é padroeiro
Desta urbe de salinas
Desfrutámos a cidade
Das suas belas colinas
27
Da Virgem de Bonaria
Vimos a sua caixa
A vela que se acendeu
No cérebro não encaixa
28
Lá estão as torres abertas
E por todo o lado vigias
Pôr-do-sol portas fechadas
Só ficava a burguesia
29
Na Igreja de Stª Maria
Mármores em profusão
A cripta uma beleza
Deliciou meu coração
30
Em Barumini parámos
Para Nuraghe apreciar
Monumento megalítico
Difícil de penetrar
31
Passámos por Nuoro
No coração da Sardenha
Caranguejola bate… bate
A coluna fica de lenha
32
No Hotel Luna Lughente
Na cidade de Olbi
Verdura, porto e mar
Que beleza “mamma mia”!
33
Chocolate á sobremesa
Lá se estragam as linhas
Como sou bem comportada
Comi doces cerejinhas
34
Depois passeio by night
Para ajudar digestão
Fomos ao mercado de rua
Mas não se gastou tostão
35
E regressámos à Córsega
Saindo de Stª Helena
O sol desapareceu
O que para nós foi pena
36
Até choveu em Sarténe
Das vendettas e vinganças
Grandes disputas corsas
Entre gente pouco mansa
37
Na igreja se Stª Maria
Estão correntes e cruz
Que devotos transportam
Incógnitos em capuz
38
Em Ajjacio capital
Hotel com vista pró mar
Quarto tinha varanda
Para golfo desfrutar
39
A casa de Napoleão
Foi visitada a primor
Está toda restaurada
Pelo grande imperador
40
Os tetos e as paredes
A pastel estão pintados
A árvore genealógica
É de cabelos entrançados
41
Do corso Napoleão
Em todo lado monumentos
Visita demorada ao Fesh
Mas sobejou muito tempo
42
Fomos ver Sanguinárias
Para ocupar o tempinho
Terminámos na esplanada
A beber chocolatinho
43
E directos a Marselha
No ferry embarcámos
Noitada com tremeliques
Muito na cama bálsamos
44
A cidade de Marselha
É miscelânea cultural
O Porto e a Notre Dame
Foram remate final
45
No comboio panorâmico
À Basílica subimos
Contornando a corniche
Que lindas vistas vimos!
46
Viagem chegou ao fim
Muita coisa a recordar
O menos bom esquecer
O muito bom as lembrar
47
O grupinho foi simpático
Homogéneo e pontual
Mescla de norte e sul
Do nosso lindo Portugal
48
Haverá que registar
No Paiva a condução
No Carlos a competência
E boa disposição…
49
Ao Pinto Lopes recomendo
Uma maior caranguejola
Esta molestou-me as costas
E fez-me galo na tola!


Com um forte abraço da
Maria Amélia Pacheco Nunes de Almeida


Ajjacio

Bonifácio à noite

Marselha

Marselha

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...