sábado, abril 13, 2013

0

Mosteiro de Rila, Bulgária: um monumento firme na defesa da identidade nacional

Mosteiro de Rila, Bulgária

O Mosteiro de Rila, um complexo de 8800 m2 a 1147 metros de altitude, orgulha-se de ser o mais antigo do universo eslavo e o maior da Bulgária ainda em actividade. A sua origem remonta ao século X, mas, em consequência de uma história conturbada, a esmagadora maioria dos edifícios é do século XIX e o mosteiro ergue-se como o mais belo exemplo do Renascimento búlgaro e da luta de um povo pela manutenção da sua identidade num longo período de ocupação.

Há onze séculos atrás, habitava na zona noroeste das montanhas de Rila um ermita de seu nome Ivan Rilski (mais tarde canonizado como São João de Rila), que construiu o núcleo original deste mosteiro. No entanto, o núcleo não sobreviveu durante muito tempo, tendo sido completamente destruído por um fogo no século XIII.
Graças às doações de um abastado príncipe local, Stefan Hrelyu, foi erigido um novo mosteiro a poucos quilómetros do lugar original, que ficou concluído no século XV. Este complexo incluía já uma torre de 23 metros de altura que adoptou o nome de Hrelyu, por ter sido construída por sua vontade, e uma igreja dedicada a São João de Rila. A partir do momento em que as relíquias do santo foram para lá transferidas, no ano de 1469, o mosteiro não tardou muito a tornar-se um importante local de peregrinação ortodoxa no seio dos Balcãs.
Mosteiro de Rila, Bulgária
Esta não foi, ainda assim, a versão definitiva. Algures no arranque do século XIX, o mosteiro foi novamente devastado por um fogo e acabaria por ser reconstruído entre 1834 e 1862. Foi neste período que, por exemplo, se edificou a consagrada Igreja da Natividade da Virgem e se esculpiu a impressionante Cruz de Rafail, com 104 episódios religiosos e 650 pequenas figuras. O trabalho levou 12 anos da vida de Rafail, que o completou em 1802 antes de cegar.
Mosteiro de Rila, Bulgária
Durante grande parte da Idade Média e a dominação otomana da Bulgária, entre 1400 e 1878, o Mosteiro de Rila exerceu um papel decisivo na conservação e ostentação da identidade búlgara e na difusão da cultura religiosa eslava, a nível arquitectónico, artístico e literário. É que não são só os edifícios que perfazem o imenso valor do mosteiro, mas também os frescos, as pinturas, os documentos e muitas outras obras-de-arte que se escondem no seu interior, principalmente no museu e na biblioteca.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...